Os amigos Artur Guarezi e Matheus de Lima dividiam apartamento em Curitiba e passaram muitas vezes pelo trabalho de escolher comida. Acabavam esbarrando na pizza de sempre ou perdendo horas procurando algo diferente, o que também não é nada legal quando você está com fome.

Ao conversar com os amigos, descobriram que esse problema é recorrente – você já deve ter passado por isso, não? Então, numa noite de mais chateação procurando a melhor maneira de encontrar comida, sentados na sala de casa, eles pensaram que era hora de alguém inventar um serviço que escolhesse a comida por você.

Um alerta se acendeu e adivinha? Nessa hora nascia o Rango!, um delivery surpresa que hoje é o trabalho de tempo integral (sábados e domingos, inclusive) do Artur e do Matheus, que agora também conta com a Natália Ehalt no time.

No início de 2017 eles viram que o Sebrae Paraná estava com inscrições abertas para um programa de desenvolvimento de startups. Duas semanas antes do Epifania começar eles tiveram a ideia do Rango! e aproveitaram a oportunidade para finalmente tirar essa ideia do papel.

Agora, com a ideia na rua, eles encontram desafios diários e estão aprendendo com a mão na massa o melhor jeito de resolver. O Matheus, por exemplo, trabalhava em agência e lidava com computador. Agora ele que lida com os donos dos restaurantes, faz a venda e fecha. Muito diferente, mas que está acontecendo e com sucesso.

Aproveitamos que eles são coworkers aqui na Aldeia e resolvemos trocar uma ideia com o Matheus para sacar um pouco mais dessa história, as dificuldades e a dica de quem tem 22 anos e está fazendo o próprio negócio acontecer. Confira aqui:

As ferramentas mais quentes – e quase tudo de graça

Ao iniciar um negócio, a gente sabe que a grana muitas vezes é curta e precisa ser bem investida. No Rango não é diferente. Mesmo entendendo que o negócio tinha futuro, mas que era preciso abrir mão do conforto dos seus empregos tradicionais,  Matheus e Artur começaram com ferramentas disponíveis online e que estão tornando o negócio possível desde o começo.

Antes das ferramentas, não esqueça de deixar seu e-mail aqui para receber mais cases como esse:

A primeira versão do Rango! foi em um Google Sites com um formulário.  A partir daí, já era possível rodar e fazer pedidos. Hoje o site foi construído no Webflow, uma plataforma mais parruda, mas que demanda uma ideia genérica de programação e hospeda um Typeform.

Hoje eles também usam o Zapier, que permite conexão fácil de aplicativos web, facilitando a automatização de tarefas chatas, além do Gmail, planilhas do Google e todas as ferramentas do Google que salvaram a vida para organizar toda a estrutura do algorítmo.

Dicas para você

– Está com um projeto, mas precisa do básico de HTML e CSS para começar? Dá uma olhada nesse curso que a Aldeia oferece.

– A Vicky faz semanalmente as Quentinhas, com tudo que acontece na Aldeia e um pouco mais. Assine e fique por dentro desse universo maker!

Você também pode gostar de:

×

Leve este curso para a sua empresa!







×
×







×